Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eterno Sonhador

12
Jun17

Não te quero ver...


Sonhador.jpg

 

Foste a história mais ridícula que eu vivi e da qual me envergonho, contudo de nada me arrependo.
Não me posso arrepender do que me fizeste sentir, desejado, galanteado, adorado, mesmo que tudo isto tenha sido vivido num curto espaço de tempo!
Oh tempo bom que correu e absorveu-me por entre os sonhos e devaneios.
Em todos os momentos dos meus dias relembro o teu sorriso maroto, sedento e provocador…
Mais dizias tu, eu quero mais!
E eu cedi!
Cedi ao ponto de nunca ter cedido por mais ninguém e no fim ainda me vi a ir de encontro aos meus princípios, mas, foi tão bom!
Todas aquelas palavras, onde cada sílaba fazia vibrar o meu coração!
As horas impiedosas que passava a olhar o visor do telefone, sempre na expectativa do teu bom dia, boa tarde, um olá, um beijo.
Oh tempo bom que já não volta.
No fim, se algum dia houve um fim, afastaste-te inexplicavelmente e deixaste imensas perguntas sem resposta!
Fui provavelmente o amante?
A atenção com que te falhavam?
O abraço que não te deram?
O que fui eu?
Um mero boneco, iludido no sorriso mais belo, levado pelo mistério no teu olhar, drogado pelo beijo jamais esquecido!
Que mais fui eu?
Um louco apaixonado, que traiu, levado por sonhos e ilusões construídos à velocidade da luz!
Fizeste-me sentir vivo, acreditar que ainda sou capaz e que não me posso subjugar a uma relação que há muito vive acomodada.
Ainda fui…
As lágrimas, não de arrependimento, mas de saudade, de raiva pela tua ausência!
As lágrimas que encheram de amargura e dor o meu coração, durante dias e meses sem fim.
Foste tão importante para mim!
E agora o que sou?
Um homem magoado, mas que aprendeu a esquecer-te e a matar cá dentro o que de tão belo e puro sentia por ti.
Que mais sou eu?
Um homem acomodado numa relação que dizem de amor, mais parece de amizade com discussões à mistura!
Ainda sou…
O que traiu e não se arrepende. O que ainda pensa em ti, mas que não te quer ver mais!
Hoje sou…
Aquele que ainda ontem sorriu ao receber notícias tuas, que sabe, um dia quererás voltar, mas que não quer voltar a cair nos teus braços como outrora!
Pois o sofrimento que me infligiste, causou feridas profundas em todo o meu ser. E as cicatrizes ainda estão demasiado frescas, suscetíveis de reabrirem novamente!
Quero esquecer-te de vez…
Quero voltar a ser o Fred de outrora e retomar a minha vida no exato segundo antes dos nossos olhares se terem tocado.
Não me arrependo de nada, mas...
Não te quero voltar a ver!

Fred Somiar

24 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

No facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mensagens